Site ou aplicativo? Qual ferramenta de comunicação escolher para minha igreja?

É inegável que a boa comunicação é um dos pilares de sucesso da igreja no tempo em que vivemos. Afinal, em um mundo completamente conectado, cabe a nós sermos luz no mundo e aproveitarmos os recursos que temos para o cumprimento da missão.

Uma dúvida, porém, surge na mente de muitos pastores e líderes: qual ferramenta utilizar quando falamos em comunicação? As redes sociais e os cultos online são uma alternativa, mas não são o único meio. As igrejas ainda podem desfrutar dos benefícios do site e do aplicativo, por exemplo.

E aí? Já sabia desses recursos?

Neste artigo, preparamos um comparativo entre site e app para você descobrir qual a ferramenta de comunicação mais ideal para a sua igreja. Continue lendo!

Site

Há quem pense que o site já é coisa antiga e que, hoje, nem é utilizado ou acessado mais. Isso é um tremendo engano.

Faça o teste: você algum dia já teve um site na internet? Procure-o agora e você vai perceber que, por incrível que pareça, ainda tem gente que o acessa. Afinal, a internet é como um mar onde as pessoas navegam, uma grande oportunidade de tornar algo visível.

A palavra “site” vem do inglês e pode ser traduzida como “lugar, terreno, sítio”. De fato, essa ferramenta nada mais é que um lugar para a sua igreja se posicionar dentro do vasto mundo da internet. Uma espécie de terreno virtual. Contar com um ‘terreno’, nesse caso, é extremamente vantajoso

Objetivos

O objetivo central de um site para igreja é otimizar a comunicação com os membros e não membros. Associado a isso, porém, diversos outros objetivos também surgem e são perfeitamente atendidos pela ferramenta:

  • Alcançar mais pessoas: ter um site da sua igreja proporciona muitas oportunidades de alcance. Afinal, quando alguém deseja encontrar uma igreja para visitar ou congregar, ela procura nos mecanismos de pesquisa e entra nos primeiros links que aparecem no Google. Ter um site que transmite credibilidade, nesse caso, não é apenas importante, mas indispensável;
  • Melhorar a visibilidade: com um site, sua igreja se torna muito mais conhecida e, consequentemente, atrai mais pessoas para dentro dela. Já pensou que, ao invés de conseguir atrair apenas as pessoas que moram próximas ao seu terreno físico, você conseguisse atrair pessoas de todos os cantos, por meio do seu terreno virtual?
  • Transmitir credibilidade: ter um site bem estruturado também transmite credibilidade e profissionalismo aos usuários, passando segurança e confiabilidade. Você conquista as pessoas antes mesmo de elas visitarem o prédio físico;
  • Engajar os membros: com um site, você cria conteúdos, publica vídeos, devocionais, gravações de sermões anteriores e mantém, assim, todos os membros conectados com a igreja todos os dias, não apenas nos finais de semana ou nos horários de culto.

Benefícios

Os objetivos falam por si só, não é? Ter um site é algo vantajoso e traz consigo diversos benefícios:

  • Otimizar processos de comunicação na comunidade: o site pode ser um grande aliado do ministério de mídia e comunicação da igreja;
  • Disparar avisos, informações, comunicados e conteúdos: o site permite que todas as informações necessárias sejam centralizadas em um só lugar, desde avisos, até conteúdos em vídeo, áudio ou texto;
  • Proporcionar um panorama geral sobre a igreja para os usuários: por meio do site, as pessoas podem conhecer a estrutura completa da igreja: quem são os pastores, líderes, ministérios e departamentos, bem como visão, missão e valores da comunidade em questão;
  • Acolher visitantes e pessoas: os visitantes e novos membros podem encontrar um grande auxílio dentro do site da sua igreja – ali, eles serão amparados com as informações que precisam e todo o suporte inicial necessário;
  • Contribuições, dízimos e ofertas online: o site da sua igreja também pode servir como uma fonte alternativa para receber doações online. 

E aí? Ainda tem alguma dúvida sobre site para igrejas? 

Aplicativo

O aplicativo, por outro lado, é uma ferramenta prática, acessada na palma da mão e de qualquer lugar (literalmente). É como o mundo da igreja, só que no meio virtual.

O app geralmente é focado na membresia da igreja, uma vez que oferece a ela diversos serviços importantes para o cotidiano da comunidade, e permite que a igreja vá além da celebração de domingo e muito além das quatro paredes, interagindo com as pessoas a qualquer hora, em qualquer lugar.

Objetivo

O objetivo central do aplicativo da igreja também é, assim como o site, otimizar a comunicação do ministério. Todavia, a ferramenta também visa:

  • Engajar os membros: uma vez que o aplicativo oferece uma experiência de “igreja na palma da mão”, os membros permanecem sempre engajados e envolvidos com as programações e a visão da igreja;
  • Informar, lembrar e atualizar: dentro do app, é possível inserir todos os projetos e cronogramas da igreja, tornando a ferramenta extremamente útil como um centro de avisos e informações;
  • Nutrir e edificar: os cultos online, vídeos de sermões, estudos e devocionais são outro recurso que o aplicativo possui. Por meio deles, os usuários são edificados e nutridos em sua fé e vida com Deus;
  • Ampliar a qualidade do pastoreio: aproximar o relacionamento entre o pastor e os membros, otimizar o cuidado e acompanhar os membros todos os dias – não apenas durante os fins de semana – também é um recurso que o app permite.

Benefícios

Enquanto benefícios proporcionados à igreja, ao pastor, aos membros e aos usuários do app, destacam-se:

  • Geração de conteúdo e interatividade: os conteúdos, projetos e notícias são excelentes recursos para proporcionar interatividade entre os membros;
  • Doações online: através do próprio app, o usuário pode ofertar e contribuir com a Obra. Claro, de maneira prática e muito rápida;
  • Identificação e pertencimento:  ao fazerem o download, automaticamente uma reação acontece: a membresia passa a cultivar e fortalecer o senso de identidade e pertencimento – eles passam a se sentir ainda mais, uma parte ativa da igreja, parte de uma comunidade e de uma família;
  • Gestão:  o aplicativo também é uma ferramenta para gerir a sua igreja em diversos aspectos: membresia e células (ou pequenos grupos) são alguns exemplos. Você sabia que, através do app, os líderes de célula podem enviar os relatórios semanais das reuniões? Assim, os supervisores e o próprio pastor podem ficar por dentro do progresso de cada célula, uma vez que o app gera gráficos de evolução e dados em números.

Dentro da gestão de pessoas, é possível filtrar membros, parabenizar aniversariantes,  segmentar a membresia e enviar mensagens específicas para qualquer grupo. Assim, você mantém todo mundo engajado, acompanhado, cuidado e ainda consegue gerenciar tudo, na palma da mão.

Afinal, qual ferramenta de comunicação devo escolher para a minha igreja?

Agora que você já conhece cada uma das ferramentas e está por dentro dos benefícios proporcionados por elas, é hora de refletir: qual delas é o que a sua precisa? Site ou aplicativo?

A resposta é mais simples do que parece: sua igreja precisa dos dois.

Enquanto o site serve como uma rede lançada ao mar em direção à atração e ao acolhimento de pessoas, o app serve como uma casa virtual onde os usuários podem habitar e encontrar tudo o que precisam. Uma ferramenta complementa a outra, e as duas otimizam sua comunicação.

POR EMANUELLE MELLO · 8 DE SETEMBRO DE 2022

fonte: https://blog.atos6.com/2022/09/08/site-ou-aplicativo-qual-ferramenta-de-comunicacao-escolher-para-minha-igreja/?utm_campaign=news_62_-_engajados&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Deixe um comentário